quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Na terra do bacalhau e dos excelentes vinhos


Em Lisboa, o turista encontra o melhor e mais barato bacalhau em toda a Europa. Custa quatro vezes menos do que em Paris, Londres ou Roma. Dentro ou fora dos hotéis, há bacalhau de todos os tipos - assado, cozido ou grelhado, com natas, com broas e migas, à Gomes de Sá, à lagareira, ao Zé do Pipo. Há dezenas de bons endereços. Um dos melhores da cidade é o bacalhau do restaurante Varandas de Lisboa, no 8º andar do Hotel Mundial (Praça Martim Moniz 2), com maravilhosa vista noturna do castelo de São Jorge e toda a região da Baixa e Chiado.

A Rua das Portas de Santo Antão, próxima do Teatro Nacional D.Maria I, no Rossio, é um dos templos do bacalhau  na cidade. Os restaurantes se sucedem, com menus sugestivos. Um bacalhau à lagareira pode custar 9  euros, cerca de R$ 25. Caminhando pelo estreito calçadão de pedras, o turista pode conferir os preços do Inhaca, Torremolinos e Santiago. Há também a casa de mariscos Lagosta Real, no número 37, com viveiros próprios - basta você apontar sua lagosta preferida.

Destaque também para o bacalhau dos restaurantes dos hotéis Sana Malhoa, Sana Lisboa e Sana Metropolitan, todos com excelentescartas de vinhos; e os restaurantes internacionais dos Cassinos Lisboa e Estoril, cuja oferta gastronômica inclui também cardápios temáticos e culinárias orientais exóticas. Come-se magnificamente bem em Lisboa, e a custos inacreditáveis para experimentados turistas que vão sempre à Europa Central, Escandinávia e países da Ásia.

Para acompanhar o bacalhau, sardinhas na brasa, mexilhões ou lagostas, nada melhor do que os vinhos verdes e brancos do Douro, os tintos do Alentejo e de outras regiões portuguesas. Ou cervejas Sagres e Super Bock (foto), que disputam a preferência dos visitantes e dos locais - a primeira ligada ao Benfica e a outra patrocinadora do F.C. do Porto. 

Sugestões de casas de bons vinhos: Macário, na Rua Augusta, e Napoleão, com uma loja na Baixa (Rua dos Fanqueiros 70) e outra no Chiado (Rua da Misericórdia 121, perto da estação ferroviária do Rossio). Há importantes coleções de vinhos do Porto, alguns engarrafados há mais de 60 ou 80 anos, e com  preços nas alturas. Outras boas ofertas de vinhos estão no subsolo do El Corte Inglés, que tem uma estação do metrô São Sebastiao em seu subsolo, com acesso direto à adega; ou as gôndolas do Hipermercado Continente, no Parque das Nações, com acesso direto da estação Oriente ao Shopping Vasco da Gama.

Voltar de Lisboa sem trazer vinhos do Porto e vinhos verdes do Douro, e licores Beirão e Amarguinha? - Nem pensar.

Um comentário:

  1. Alô Hélio,

    Fico feliz em poder acompanhar seu blog.
    Era o que nos faltava.

    Amadeu Civitarese

    ResponderExcluir