quarta-feira, 1 de maio de 2013

Aerolíneas Argentinas lança promoção


Desde 27 de abril, e só até 12 de maio, os voos da Aerolineas Argentinas entre algumas capitais brasileiras e Buenos Aires estão com  passagens mais baratas. A tarifa de ida e volta para Buenos Aires – partindo de São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Rio de Janeiro – dá direito ao passageiro de voar, até 16 de junho, também para os mais de 20 destinos dentro da Argentina - regiões Centro e Norte. Para as viagens aos destinos da Patagônia Argentina, a tarifa das capitais brasileiras citadas a Buenos Aires é acrescida de apenas US$ 50,00.

Na temporada de neve, a oferta de viagens pela companhia será ampliada. A partir de 1º de julho, serão 34 voos diários, via Buenos Aires, para os principais centros de esqui do país, em: Bariloche, Neuquen, Ushuaia, El Calafate, Mendoza, Chapelco e Esquel. As conexões na capital argentina serão feitas nos aeroportos de Ezeiza ou no Aeroparque.


É preciso dizer que - rivalidades esporotivas e políticas à parte - o intercâmbio turístico entre Brasl e Argentina vem cfrescendo, e a empresa portenha tem em nosso país uma de suas principais fontes de renda. Os esportes de inverno sempre são uma atrçãoa mais, como fiva comprovado nos fretamentos do Brasil direto a Bariloche, ou então escalando na capital.

Importante recordar que, entre as estações de esqui mais famosas, está Las Leñas, numa linda região. Pode-se lembrar também de San Martin de los Andes e Cerro Chapelco, e os passageiros têm a chance de sobrevoar, a baixa altura, o famoso vulcão Lanin, um dos mais belos do mundo, coberto eternamente pela neve. Na Patagônia, o destaque fica por conta do   Glaciar Perito Moreno, perto de Ushuaia - que representa, para o turismo no Cone Sul, mais do que a Terra del Fuego - é o fim do mundo mesmo.

A Argentina vem participando - como informa a Nina Marciano Comunicação - das principais feiras turísticas no Brasil. No último Congresso Nacional da Abav no Riocentro, em outubro do ano passado, seu estande era um dos mais grandiosos. Operadores, agentes de viagens  e hoteleiros promoviam tudo ao mesmo tempo: hoéis de luxo em Buenos  Aires, praias de Mar del Plata, vinhos de Mendoza, jogos do Boca Juniors em La Bombonera, lojas típicas e feiras de rua em Caminito,  os conhecidos alfajores Havanna, casas de tango em Buenos Aires, a Feira de San Telmo, passeios de barco pelo Rio de la Plata, restaurantes e casas noturnas da Recoleta, lojas de artigos de couro (como a famosa Casa López), Shppping Pacífico, as melhores casas especalizadas em bifes de chorizo e parrilladas - falava-se até do Cemitério da Recoleta e visitas ao túmulo de Evita Perón..

Empresários de Buenos Aires, Cordoba, Mendoza, La Plata, Rosari, San Luís, Neuquen e outras regiões da Argentina sempre vêm ao Brasil para revigorar ou restabelecer contatos comerciais e formatar  novas parcerias. Os maiores exemplos estão na na WTM Latin America e Feira da Braztoa, BNTM no Nordeste, Workshops da CVC e excursões de grandes operadoras - como Tourlines, Abreutur, Visual, Marktour  etc.

O Papa Francisco, com seu carisma extraordinário  e instantâneo - cativando a todos pela sua simplicidade, espontaneidade, desapego aos bens terrenos e desejo de renovar realmente a Igreja Católica, - vem atraindo uma simpatia cada vez maior pela Argentina, em escala mundial. Isso apesar da desastrada política  econômica, protestos de rua e panelaços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário