segunda-feira, 27 de maio de 2013

Maceió, sempre linda, desponta na preferência dos mineiros que vão curtir feriado de Corpus Christi no litoral do Nordeste

Que a orla marítima de Maceió é uma das mais belas do mundo, isto nem se discute - até uma pesquisa internacional revelou isso. A capital de Alagoas, já com 1 milhão de habitantes, sempre foi muito procurada por viajantes mineiros,em qualquer época do ano. Mas, neste feriado de Corpus Christi, dia 30 de maio, parece que ela vai bater recordes de preferência.

Milhares de mineiros estarão na orla de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, curtindo aquele mar de beleza estonteante, e a floresta de coqueiros enfileirados. Nada melhor, para começar o dia, do que fazer uma boa caminhada. Se tiver bicicleta, vá pela ciclovia - que aqui é de verdade, não essas figurações a gente encontra em certas cidades brasileiras – como em Belo Horizonte. 

São  quase quatro quilômetros de calçadão, começando em Jatiúca e seguindo até o final de Pajuçara. Leve sua máquina fotográfica ou filmadora, a orla é muito segura e as paisagens valem a pena. Em Pajuçara, começam os famosos passeios de jangada até as piscinas naturais, programa obrigatório para turistas, pela beleza das formações de corais,e a garantia de cerveja gelada  e peixe frito na hora. Alugam-se equipamentos para mergulhos e calçados apropriados, de borracha.  

Também em Pajuçara, está uma das melhores feiras de artesanato do Brasil.  Na capital alagoana, as lojas abrem de 10h da manha às dez da noite, com enorme variedade de redes, toalhas de renda, artigos para cama e mesa, toalhas coloridas em fibra de coco, e as famosas toalhas e centros de mesa coloridos – obras das pacientes e talentosas rendeiras da Maré, no Pontal da Barra.

Entre todas as orlas marítimas do Nordeste, certamente a de Maceió foi a que mais se desenvolveu e ganhou em arquitetura e obras de paisagismo. Os prédios são de altíssimo nível, e muitos deles poderiam estar localizados nas melhores praias de Miami Beach, Bal Harbour,  Fort Lauderdale,  Palm Beach, Boca Ratton, Acapulco, Cancún e outros destinos privilegiados. O gabarito das construções é de padrão internacional, destacando-se as majestosas coberturas e as varandas em forma de meia-lua.

Nesta orla estão também alguns dos melhores hotéis do Nodeste, bastando lembrar o Maceió Atlantic Suítes, Jatiúca Resort e Jatiúca Flat, Hotel Ponta Verde, Salinas Resort, Sete Coqueiros, Meridiano, Ritz  Lagoa da Anta (em Cruz das Almas), Radisson Hotel, Maceió Mar, Brisa Tower, Mercure Pajuçara, Ibis, et . E, a pequena distância da praia, se destacam também o San Marino, Matsubara, Ritz Plaza e outros. Alguns hotéis antigos desapareceram, como o Pajuçara Othon.

A hotelaria de Maceió cresceu tanto em qualidade como quantidade na oferta de apartamentos bem localizados. O litoral de Alagoas é privilegiado, bastando lembrar a Praia do Francês (com um novo hotel da Rede Ponta Verde, do empresário Mauro Vasconcelos e seu filho Maurinho), a Barra de São Miguel e Praia do Gunga, a atraente região de Maragogi (com destaque obrigatório para o Salinas), e os empreendimentos hoteleiros instalados ao longo da costa, tanto na direção norte como no litoral sul.
.
         O Maceió Atlantic Suítes tem localização privilegiada na praia de Jatiúca

Maceió se destaca ainda pela variedade e qualidade de sua gastronomia. Em vez daquelas combalidas e ultrapassadas barracas de praia, com estrutura precária, a orla de Pajuçara, PontaVerde e Jatiúca oferece hoje restaurantes bem localizados, com ar condicionado e varandas panorâmicas com bela vista do mar. Entre tantas, a Lopana é uma das referências da cidade,  pela fina gastronomia, pratos criativos e bem elaborados, num ambiente distinto e acolhedor.


Destaque também para outros restaurantes tradicionais da orla, como o Carlitos, Pirata, Rincón Argentino e Canoa. E não podem ser esquecidos outros de  reconhecida qualidade, como o Armazém Guimarães, o Spettus, o Famiglia Giuliano e o restaurante típico italiano Massarella, este ao lado do Maceió Atlantic Suítes.

Entre os mais refinados, está o Wanchako, de culinária típica peruana. Há também restaurantes especializados em peixes e frutos do mar, comida francesa e mediterrânea, portuguesa e espanhola, excelentes churrascarias, e aqueles pontos tradicionais onde se serve o caldinho de sururu, uma das tradições locais. Há dezenas de lanchonetes e bares por toda a orla. E não se pode esquecer da sorveteria Bali, no começo de Pajuçara, com mais de 40 sabores.

A vida noturna de Maceió ganhou muito com a revitalização do bairro de Jaraguá e seu entorno, onde surgiram vários restaurantes novos, barzinhos e casas de shows. Há músicas ao vivo, de todos os gêneros, do forró ao jazz e rock.

Maceió ficou mais perto dos mineiros depois que a Azul Linhas Aéreas criou voos diretos de BH/Confins ao Aeroporto Zumbi dos Palmares. Antes, viajando por outras companhias, era obrigatório fazer uma parada em Salvador, com ou sem troca de avião. A própria Azul oferecia antes um voo mais longo, começando em Confins e passando por Viracopos (troca de aparelho) e escala em Aracaju. Para informações sobe este e outros voos diretos, ligar para 4003-1118 (www.voeazul.com.br).

Maceió é servida também por jatos da TAM, Gol e Avianca, com vários horários à disposição e informações em seus respectivos sites. 



Hospitalidade alagoana e padrão internacional no Maceió Atlantic Suítes

Com 21 anos de operação, pois foi  aberto em 1992, inicialmente com 208 apartamentos, mas vários deles se tornaram residência dos proprietários e hoje são 155 unidades à disposição dos visitantes. Os turistas chegam em grupos organizados pela CVC,  TAM Viagens, Visual, Nascimento, Voetur e outras operadoras. E o receptivo  é feito pelas empresas WS, Transamérica, Luck e outras. A Aeroturismo, de Afrânio Lages, foi uma das mais eficientes neste setor nas últimas décadas.

O Maceió Atlantic Suítes firmou um sólido conceito no mercado, graças à competente gestão do diretor Alfredo Rebelo, um dos expoentes do trade turístico alagoano, com passagem brilhante pela presidência do Maceió Convention & Visitors Bureau – cargo hoje ocupado  pelo empresário Glênio Cedrim, diretor dos três hotéis  do Grupo Salinas na região.

Todos os apartamentos do Maceió Atlantic Suítes têm vista para o mar, frontal ou lateral. E há suítes duplex no último andar, com pequenas piscina circular no terraço. Dez delas estão disponíveis para os visitantes. Nos apartamentos com varanda, a rede de descanso é obrigatória. De qualquer lado, a vista é muito bonita, principalmente ao amanhecer e no pôr do sol.

Suíte do Maceió Atlantic Suítes

Maceió é uma cidade luminosa, caracterizada pela brisa do mar balançando as folhas dos coqueiros. Os mais antigos se lembram do Gogó da Ema, que fez a cidade ser conhecida nacionalmente. No lugar da famosa palmeira, foi construída uma praça em Pajuçara.



No hotel, há  uma charmosa ponte de madeira, sob coqueiros carregados de cocos, ligando as duas piscinas. Os jardins estão sempre bem cuidados e floridos. Há vigias 24 horas por dia na saída para a praia e na portaria principal.



O Restaurante Riacho Doce, sob o comando do maître José Frias, tem um dos melhores cafés da manhã da cidade, com mais de 40 variedades entre sucos, iogurtes, frutas naturais, cereais, tapiocas e omelete feitas na hora, queijo de coalho (tradição nordestina), uma seleção de pães, baguetes, croissants, doces e tortas, e ainda caldos quentes, ovos fritos, bacon, salsicha grelhada, macaxeira frita (mandioca), bolos caseiros, biscoitos variados, até mingau de milho verde.



O restaurante tem capacidade para 140 pessoas, e na área externa, em volta da piscina e nos jardins, podem ser colocadas mesas para mais 300 hóspedes.  A tradicional feijoada da  pérgola custa R$ 33 por pessoa, incluindo batidas de vários sabores e caldinho de feijão. Já o tradicional Buffet Nordestino, todas as quartas-feiras, tem o custo de R$ 44, com direito a show folclórico, danças e instrumentistas. Em junho, as festas de São João tomam conta de todo o estado de Alagoas.

Para este feriado de Corpus Christi, no Maceió Atlantic Suítes ainda restam poucos pacotes de 3 noites, com diária ao valor médio de R$ 302, sem cobrar taxa, nem mesmo o ISS. As 10 suítes duplex com piscina custam R$ 480 por dia para casal, sempre com café da manhã. No fechamento deste blog, o hotel já estava com 90% de ocupação.

Para as férias de julho, os valores da diária são de R$ 332 nos apartamentos laterais e R$ 463 de frente para o mar. As suítes duplex valem R$ 530. O hotel aceita todos os cartões e, nas reservas diretas, estuda-se parcelamento. A subgerente de vendas, Tatiana Bertei,  e o subgerente comercial Diogo Leite, são testemunhas do crescimento das reservas feitas por mineiros de Belo Horizonte e várias regiões do Estado.

O Atlantic Suítes fica num dos pontos privilegiados der Jatiúca (Av. Álvaro Otacílio 4065). Bem próximas do hotel, estão as famosas barracas das tapioqueiras da capital alagoana, abertas todos os dias da semana. Há tapiocas de tudo: queijo, presunto, banana, morango, goiabada, frutas tropicais, chocolate, sabor pizza, coco puro, doce de leite etc.
Para acompanhar, água de coco bem gelada.

Para conhecer melhor o hotel: www.maceioatlanticsuites.com.br e reservas diretas pelo fone (82) 2121-5656.
 
Fachada lateral do Maceió Atlantic Suítes

Um comentário:

  1. Olá, Parabéns pelos artigos, eles tornaram o Blog excelente!!!
    Somos da Gramas Pardim uma empresa que produz, comercializa e aplica Grama Natural de altíssima qualidade nos mais diversos segmentos e regiões do Brasil.
    Visite nosso site e confira os Tipos de Grama que trabalhamos:
    Grama Esmeralda
    Grama Bermudas
    Grama São Carlos
    Grama Batatais
    Grama Santo Agostinho
    Grama Coreana

    Fornecemos para todo o Brasil, solicite-nos um orçamento para sua cidade e obtenha o melhor Preço de Grama do mercado, entre tantos municípios distribuímos:
    Grama em São Paulo SP
    Grama em Campinas SP
    Grama em Guarulhos SP
    Grama em Ribeirão Preto SP
    Grama em Belo Horizonte MG
    Grama em Rio de Janeiro RJ
    Confira !!!

    ResponderExcluir