terça-feira, 5 de agosto de 2014

CAMPO BAHIA, NOVO RESORT NA REGIÃO DE SANTO ANDRÉ, COSTA DO DESCOBRIMENTO

Em vez de parecerem arredios ou hostis, os pataxós encantaram pela simplicidade


Nenhuma seleção européia deixou uma imagem tão forte no Brasil como a da Alemanha, tetracampeã mundial. Em Santa Cruz de Cabrália e praia de Santo André, só se fala nela. Criaram-se vínculos fortes e sinceros, e não uma amizade falsa e oportunista. E as imagens dos índios pataxós dançando na concentração dos alemães correram os cinco continentes. Talvez este tenha sido o gol de placa que eles revelaram ao mundo: simpatia, abertura e tolerância, em vez de racismo e preconceito.

Em geral, o estrangeiro ouve falar de índios brasileiros e os considera selvagens, brigões, violentos, traiçoeiros, guerreiros sanguinários (e alguns podem ser até canibais - um absurdo). Os pataxós da Costa do Descobrimento, em vez de indiferentes ou arredios,  se mostraram o inverso: sempre alegres, sorridentes e brincalhões, eles acabaram conquistando os alemães desde o primeiro contato. Em vez de flechas, eles traziam a variedade de seu artesanato, cultura e tradições (são ótimos comerciantes). Em vez de isolados do mundo (o que nunca foram), eles abriram os braços e deram as mãos. Os europeus levaram um susto. Alemão não está acostumado com tanta espontaneidade.

A conquista dos pataxós tem de ser preservada, de alguma forma. Se o  turismo da Bahia souber aproveitar esta oportunidade, e trabalhar profissionalmente, a sorte de Santo André está lançada: a bela e tranquila praia quase deserta pode se tornar um dos destinos da moda no próximo verão, e durante outros verões, atraindo brasileiros de todos os cantos e visitantes estrangeiros.

A concentração dos alemães, construída especialmente para eles, se transformou no resort Campo Bahia, com o slogan que inspirou a sua vitoriosa campanha: "agarre seus sonhos". Estará aberto em breve. E se transforma  num monumento à paz mundial e síntese da confraternização entre as nações.

Os alemães nunca vão esquecer a travessia do rio João de Tiba nesta
balsa vagarosa


Quando estive no Costa Brasilis Resort, em dezembro do ano passado, já se falava que a Mercedes-Benz estava bancando aquela obra secreta: a milionária construção do campo de treinos e concentração da Alemanha. E a ideia era transformar tudo aquilo num resort de verdade, estruturado para receber de 150 a 250 hóspedes, concorrendo com os melhores meios de hospedagem da região.

Resort para ninguém botar defeito, rodeado de coqueiros por todos os lados: edifício principal e uma série de chalés de 2 andares; sala  de musculação totalmente equipada; piscinas, saunas e duchas;
restaurante de luxo; moderno centro de convenções; tecnologia de ponta nas principais instalações. Padrão alemão mesmo. Mania de perfeição.

            TRAZER OS ALEMÃES DE VOLTA À BAHIA


A Alemanha transformou sua concentraçao num novo resort chamado Campo Bahia
 

Como um dos ideais deste blog é disseminar ideias e estimular a criatividade  - e nada disso custa 1 centavo a quem quer que seja -, permito-me sugerir que as autoridades de Porto Seguro, Santa Cruz de
Cabrália, Coroa Vermelha e Santo André se unam para organizar uma volta dos alemães à região (pelo menos parte do time tetracampeão mundial) para um reencontro com os pataxós e a comunidade quando for comemorado o 1° aniversário da conquista do título, em 13 de julho do ano que vem. Não custa tentar.

Este trabalho pode ser feito de forma unida e entrosada, solidariedade mesmo, envolvendo as Prefeituras e seus distritos, Secretarias Municipais de Turismo, associações comunitárias e órgãos de promoção turística, como a Bahiatursa. Isso requer doação, planejamento e diretrizes seguras. Se não for transformado em guerra de vaidades, tem tudo para dar certo.

Podolski, Neuer, Klose, Thomas Müller e seus companheiros podem voltar e fazer novas doações á região - sejam ambulâncias,  unidades hospitalares, creches, escolas comunitárias e centros de lazer; uma doação específica, em obras, para os pataxós; e repetir com eles a dança  triunfal que encantou as outras nações pela sua espontaneidade e simplicidade.

A beleza e paz da praia de Santo André cativa os visitantes à primeira vista


O importante é saber preservar esses vínculos. Os pataxós cativaram os alemães e a recíproca é verdadeira. Aquela roda dos jogadores, repetindo sua dança em volta da taça de ouro, no gramado do Maracanã, foi uma das imagens mais fortes e emocionantes da Copa.


Se os alemães se sentiram à vontade na Costa do Descobrimento, ,também é verdade que eles deixaram muitas saudades por onde passaram, do aeroporto de Porto Seguro à velha balsa na qual fizeram a travessia do rio João de Tiba, a caminho de sua concentração. E só se fala neles entre os vendedores de artesanato, os barqueiros, os pescadores nas praia, os atendentes das barracas vendedores,  os garçons e
cozinheiros, os atendentes, as camareiras e as crianças do lugar.

Enquanto alguns jogadores mascarados - que conhecemos bem de perto -  não se dignam sequer a olhar para os torcedores, quando chegam de ônibus aos estádios, a caminho do vestiário, os alemães fizeram questão de parecer sempre sorridentes, afáveis, bem educados e gente simples. Logo eles, os tetracampeões, dando uma tamancada de 7 a 1 no país que sediou a Copa e que, levianamente, garantiu que o hexa viria de qualquer maneira. Eis um bom tema para nossa reflexão. Pode ser o sinal de partida para uma mudança radical (se o Brasil quiser mesmo fazê-la).

 
        O TURISMO DA BAHIA TEM MUITO A GANHAR

A Bahia precisa aproveitar esta onda de otimsmo e promover seu turismo
 

Não é apenas a praia de Santo André que vai atrair novos turistas no próximo verão: toda a região de Porto Seguro, Santa Cruz de Cabráĺia e Coroa Vermelha estará em grande destaque, e isso abre caminho para a expansão de novos resorts e pousadas, e modernização e reforma dos já existentes. A Bahia tem muito a agradecer aos alemães.  A Costa do Descobrimento vai ganhar nova dimensão internacional.


Saindo de Porto Seguro na direção norte, os turistas passam pelas praias de Curuípe, Itacimirim, Mundaí, Taperapuã, Recife de Fora, Ponta Grande, Praia do Mutá, Ponta do Mutá, até atingir  Coroa
Vermelha e Santa Cruz de Cabnália. E ainda há novas atrações logo adiante: Mutari, Praia de Lençóis, Arakakai, Ilha Paraíso, Bahia Cabrália e Santo André. Depois dela, sempre no rumo norte, ainda há
Tartarugas e Ponta de Santo Antônio.

Pensando que estavam desembarcando na Ilha de Vera Cruz, os portugueses chegaram a esta região em 21 de abril de 1500, a bordo de três caravelas: El-Rei, Anunciada e Trindade. A primeira missa foi celebrada  quatro dias depois. E o Marco Padrão da Posse foi instalado pelos portugueses em 1503. Aqui começou realmente a história do Brasil.

Santa Cruz de Cabrália fica a 741 km de Salvador, e Santo André está a 24 km de Porto Seguro, mas a estrada, além de estreita e mal sinalizada,  é muito movimentada e o percurso pode durar quase um hora
em van. Pesados caminhões, ônibus de excursões, dezenas de motocicletas, carros e vans disputam espaço nesta sucessão de belas praias à sua direita.

  COSTA BRASILIS EM NOVA FASE E YES RECEPTIVO

 


Santo André já era conhecida do turista brasileiro - e dos mineiros, principalmente - desde a abertura do Costa Brasilis Resort, nome de destaque entre os melhores meios de hospedagem da Costa do Descobrimento. Localização privilegiada junto ao mar, numa praia paradisíaca. Suas construções imitam uma cidade colonial, bem coloridas e rodeadas de jardins floridos. Tem casarões de dois andares e chalés entre coqueiros e gramados.

O resort tornou-se  conhecido nos pacotes de operadoras tradicionais, como CVC, mas está procurando agora aprimorar suas instalações e serviços, visando a um público superior, que paga mais alto para garantir temporadas que aliem boa comida, instalações impecáveis e  maior nível de satisfação.  clientes. Seu marketing está sendo reorientado, sem  ser considerado elitista.  As operadoras já sentiram isso e também aprimoram seus serviços. A região só tem a ganhar com isso.

Entre as empresas que se destacam no atendimento aos visitantes que chegam a Porto Seguro está a Yes Receptivo, dirigida por Daniel Menta, tendo uma frota de vans com capacidade média de 5 a 8 pessoas, e máxima de 15. Foi a Yes quem atendeu aos representantes da imprensa alemã, que lotaram durante um mês, nesta recente Copa, as instalações do  Costa Brasilis Resort  - que já não tem mais vínculos com a Rede Mabu.

A Yes Receptivo também atende aos passageiros de Minas enviados por operadoras de excursões e agências de viagens, como a Interpool, de Paulo Testa. (Reservas e contatos com a Yes pelos fones (73) 3288-3363 e 8839-7236. Contato por e-mail:
receptivo@yesreceptivo.com.br)

O Costa Brasilis voltou ao grupo Samadhi Hotéis, com sede no Rio. Seu novo gerente geral é Mário Mattos, que veio da Cidade Maravilhosa disposto a fazer uma radical transformação e melhorar o que já era bom. O novo chefe de cozinha é Ivan.  O resort tem capacidade para até 450 pessoas em 130 unidades. Tem desde apartamentos standard  a suítes superluxo com banheira de hidromassagem e móveis coloniais. Diária básica em torno de R$ 610, sem cobrar taxas.




Quem já se hospedou lá, terá muitas surpresas ao voltar. A área de restaurantes conta agora com novos buffets temáticos e destaque maior para as peixadas e muquecas,  frutos do mar, grelhados em geral, saladas mais criativas e pratos regionais. Maior variedade de vinhos brancos e tintos também.

Segundo Mário Mattos, há muitos projetos para o próximo verão, incluindo jantares de gala no Natal e Ano Novo, com decoração especial nos vários ambientes. O serviço no bar da piscina foi também melhorado.  O resort  tem sistema  all inclusive e ampliou a carta de batidas, drinks e coquetéis regionais. Sua caipirinha é considerada imbatível.  Cerveja gelada e água de coco idem o tempo todo.

Destaque também para as brincadeiras orientadas por monitores nas piscinas, aeróbica todas as manhãs, aulas de lambada, brincadeiras infantis e muitas atividades de lazer.
 

Informações sobre o Costa Brasilis: (73) 3282-8200. Acesso por e-mail:
reservas@costabrasilis.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário