domingo, 1 de novembro de 2015

EDIÇÃO DOS 27 ANOS DO FESTURIS TRANSFORMA GRAMADO EM CAPITAL NACIONAL DO TURISMO

  
As flores dão as boas-vindas aos visitantes no portal de entrada de Gramado
Apesar de tanta chuva na Serra Gaúcha, que acabou abrindo espaço para dias de céu azul e sol brilhante, a cidade de Gramado está pronta para os dois principais acontecimentos do ano: a 27ª edição de Festuris, o festival de turismo cada vez mais internacional, de 5 a 8 de novembro,  e o trigésimo aniversário da celebração do Natal Luz, considerado a mais bela festa natalina do Brasil, que está começando na data de postagem deste blog (30 de outubro) e se prolonga por 80 dias, com uma sucessão de paradas, desfiles e espetáculos diversos, que só terminam em 17 de janeiro de 2016.

Para quem está programando uma viagem, Gramado informa que o acesso à Serra Gaúcha, vindo de Porto Alegre, é feito pela rodovia RS-116, via Nova Petrópolis, todo o percurso asfaltado, bem sinalizado e sem ter de recorrer a desvios ou rotas alternativas. O problema da interrupção da estrada antiga foi resolvido e nada vai prejudicar Gramado. Basta comprar passagem e arrumar as malas. 
A Rua Coberta com toldo de acrílico, na Av. Borges de Medeiros, no coração de Gramado

Esta será a quinta edição do Festuris sem a presença de Silvia Zorzanello, uma de suas criadoras, formando uma dupla perfeita com sua amiga e sócia Marta Rossi, quando fundaram, nos anos 80, a empresa Marta e Silvia Feiras e Empreendimentos. E fazer um Festuris maior e mais representativo a cada ano passou a ser um permanente desafio para Marta, desde que perdeu sua importante e dinâmica parceira. Sílvia morreu em 17 de julho de 2010, vítima de um câncer traiçoeiro, que interrompeu sua carreira de empresária vitoriosa. Ela e Marta  foram as criadoras do Festival de Turismo de Gramado, cuja primeira edição foi no segundo semestre de 1988. 
Os números de 2015 são brilhantes e confirmam antecipadamente o sucesso do trio que dirige a empresa: Marta Rossi, seu filho Marcus Vinicius e Eduardo Zorzanello, filho de Silvia. A edição número 27 do Festuris tem previsão de 14 mil participantes, sendo 2.500 exibidores, responsáveis por 360 estandes numa área de 20 mil m2 no Centro de Feiras Serra Park. Haverá 65 destinos internacionais presentes na feira, com a cobertura de 250 jornalistas do Brasil e exterior.
Gramado se mostra rica e bela, muitíssimo bem organizada, a todos congressistas e visitantes, nesta semana em que se transforma na capital do turismo nacional. Este blog estará presente, com muito orgulho. Já não existe mais o premiado Caderno de Turismo que seu editor representava, pois foi assassinado a  sangue frio, em novembro de 2013, sem choro nem vela. O Caderno, com 8 páginas a cores, quando chegava lá, e impressionava pelo seu gabarito e qualidade, tinha uma circulação de 45 mil exemplares. Hoje, se continuasse existindo, não teria nem 9 mil. Ironia do destino: um blog visto em 47 países e um pequeno tablóide  que se torna menor a cada dia. Um fato  tão triste e traumático, nem vale a pena comentar. Voltemos ao Festuris.

   A EXPANSÃO DA REDE HOTELEIRA DE GRAMADO

As construções em estilo enxaimel lembram o interior da Alemanha


Este é um depoimento isento de quem viu o Festival de Turismo de Gramado nascer na Serra Gaúcha, em novembro de 1988: o setor hoteleiro foi o que mais se beneficiou com a expansão turística da cidade, multiplicando os hotéis e pousadas existentes, abrindo novos empreendimentos, diversificando e melhorando muito a capacidade e qualidade dos meios de hospedagem, e dando a Gramado hotéis de categoria internacional. O tradicional Hotel Serra Azul sempre se destacou entre os mais importantes colaboradores do festival.

O Festuris foi um divisor de águas: antes dele, e depois dele. Naquela época, final dos anos 80, Gramado tinha pouco mais de 28  mil habitantes, e sua rede de pequenos hotéis e pousadas podia ser classificada entre razoável e média.  Hoje, possui hotéis de altíssima qualidade, num total de mais de 90. Entre os destaques da hotelaria local estão o Hotel Saint Andrews, Varanda das Bromélias, Serrano Resort (que passou por sucessivas ampliações e melhoramentos), Casa da Montanha, Hotel Ritta Hoppner (junto ao Parque Mini Mundo), Estalagem St. Hubertus, Pousada La Hacienda e Pousada Florença. Outra referência de qualidade: Kur Hotel, padrão Primeiro Mundo.

Trabalhando em efetiva parceria com o Festuris, muitos novos hotéis e pousadas foram implantados, dando a Gramado um dos mais qualificados parques hoteleiros do turismo brasileiro. Sua taxa anual de ocupação está entre as mais altas do país, rivalizando com a orla marítima de Copacabana, Ipanema e Leblon e os hotéis para convenções, eventos, feiras e negócios  em São Paulo. Gramado recebe mais de 2 milhões de visitantes por ano. 

Mas  nada disso aconteceria se não fosse o Festuris; e se não existissem empresárias idealistas, competentes, talentosas e dinâmicas como Marta Rossi e Sílvia Zorzanello; e jovens arrojados e bem preparados como seus filhos Marcus Vinicius Rossi e Eduardo Zorzanello. Gramado se tornou - esta é minha opinião sincera, sem preocupação de agradar ou fazer média  - o melhor e mais organizado destino turístico do mercado brasileiro. Isto não acontece por acaso, pois é resultado de muito trabalho, gestão competente, esforço e persistência.
A cada edição do Festuris, são cerca de 20 hotéis selecionados para receber os convidados do Brasil e exterior. Na edição do ano passado, além dos tradicionais Serra Azul, Hotel Vovó Carolina e Pousada Vovó Carolina, o pool de hospedagem contou com o Laghetto Siena, Aconchego da Borges, Águas Claras, Pousada Gramado, Hotel São Francisco, Ritta Hoppner, Galo Vermelho, Hotel Bertolucci, Renascença, Master Premium, Grande Hotel Canela, Klein Ville, Estalagem Vila Suzana, Pousada do Conde e Estalagem Aline Ville.

MARTA ROSSI, SEMPRE EM BUSCA DA EXCELÊNCIA
Marta Rossi, empolgada com o sucesso do Festival de Turismo de Gramado
Vinte e sete anos depois da primeira edição do festival, e há cinco anos sem a presença forte e inspiradora de Silvia Zorzanello, Marta Rossi continua aquela pessoa vencedora de sempre - determinada, corajosa e focada na busca do melhor para o Rio Grande do Sul, Gramado e toda a Serra Gaucha, porque Canela, Nova Petrópolis, São Francisco do Sul, Taquara e outras cidades vizinhas também participam dos resultados deste "boom" turístico. Todas se enriqueceram.

Marta considera que, a cada ano, o Festuris se  torna mais profissional e produz melhores resultados:

-"Somos uma feira de turismo geradora de ganhos efetivos para o trade turístico brasileiro e latino-americano; e uma plataforma "business to business" para todos os agentes da cadeia produtiva do turismo".

Marta destaca a presença de um público altamente qualificado, que deve atingir 14 mil pessoas, sendo 2.500 expositores distribuídos em 360 estandes, numa área de 20.000 m2 no Serra Park. Serão 65 destinos internacionais participando da feira, e estarão presentes 250 jornalistas brasileiros e de vários países, além de diversas caravanas dos Estados Unidos, Europa e América Latina.


     DISCUTINDO OS CAMINHOS  E ALTERNATIVAS
A decoração natalina de Gramado virou marca registrada da cidade
Como sempre, a abertura solene do 27º Festuris será no Palácio dos Festivais, em frente à Rua Coberta na Av. Borges de Medeiros, com a presença de autoridades federais, estaduais e municipais.O folclore gaúcho será uma das atrações. Dez homenageados especiais vão receber o Troféu Amigo do Festuris, que tive a honra de ganhar em 2005. Entre os agraciados em 2015, estão os jornalistas Roberto Maia, da revista paulista "Qual Viagem", e Rogério Almeida, de João Pessoa, um dos mais premiados jornalistas de turismo do Nordeste do Brasil.
No dia 6 de novembro, sexta-feira, às 11h, no Palácio dos Festivais, início das palestras, mesas redondas e debates, tendo como tema central: "De olho no mercado turístico: superando crises e desenvolvendo novos modelos de negócios". Vários outros temas serão debatidos na sequência: desafios das nova conjuntura econômica; gestão de empresas em tempos de mudança; destinos gastronômicos e novos movimentos do mercado de turismo; identificação de diferenciais competitivos para conquistar clientes; investimentos em tecnologia, treinamento e recursos humanos; e gerência estratégica para alcançar os objetivos.
A feira de negócios terá abertura às 14h, com a presença de autoridades e convidados especiais, e continua até 19h, no Serra Park, com serviço de transportes para os hotéis no retorno.
Entre os eventos sociais programados, um jantar do Clube do Arroz Amigo, no dia 5, às 22h, na Caza Wilfrido (convite especial); no dia 6, às 12h, almoço da Abih no Grande Hotel Canela: e no dia 7, sábado, às 10h,  em Canela, no Hotel Continental, o tradicional futebol do Festuris, reunindo esportistas do trade turistico, tendo como organizadores Rodrigo Canielas, o gaúcho Larri Doile e Tinga, ex-jogador do Cruzeiro, dono de uma agência de viagens em Porto Alegre.
Outro evento do dia 7, a partir de 9h, é a excursão Tour Linha Bella, numa jardineira azul, percorrendo atrações de turismo rural no entorno de Gramado, terminando com um almoço tipico italiano na Cantina Linha Bella. Passeio disponível para turistas. Ver o site www.tourlinhabella.com.br


   ACESSO PELA RS-116, VIA NOVA PETRÓPOLIS
Para tranquilizar os expositores, convidados e participantes do Festuris, e diante do susto geral que todos passaram quando o Jornal Nacional, em 25 de outubro, mostrou imagens das chuvas em todo o território gaúcho - provocando, entre outros danos, uma interrupção na rodovia BR-115, que faz ligação direta de Gramado a Porto Alegre -, a organização do Festuris e a Secretaria Municipal de Turismo esclareceram tudo: o acesso está sendo feito pela BR-116, ou rodovia RS-116, partindo de Porto Alegre e passando por São Leopoldo, Novo Hamburgo, Dois Irmãos, Picada Café e Nova Petrópolis, em estrada asfaltada e bem conservada.
A RS-116 é também chamada de Rota Romântica, pelas belas paisagens. Assim, não haverá qualquer problema para quem vai ao Festuris e os milhares de turistas que vão celebrar os 30 anos do Natal Luz de Gramado, que começou em 30 de outubro e dura 80 dias, pois os espetáculos vão até 1'7 de janeiro. O mais belo Natal do Brasil está também na Serra Gaúcha. Gramado está toda prosa.


Passeio de teleférico para ver  mais de perto a Cascata do Caracol, em Canela


-------------------------------
Belo Horizonte-MG/ Brasil
31 de outubro de 2014
Editor - Hélio Fraga
Postagem e edição - Ana Cristina Noce Fraga


Nenhum comentário:

Postar um comentário