quarta-feira, 13 de abril de 2016

TRÊS FERIADOS À VISTA. VEJAM ALGUMAS SUGESTÕES DE VIAGENS EM ABRIL E MAIO




A orla marítima de Jatiúca e Ponta Verde, um dos encantos de Maceió



Em pouco mais de um mês, são três feriados para quem tem condições de mudar de ares, esfriar a cabeça e tentar esquecer esta crise cansativa, irritante e interminável : 21 de abrll, quinta-feira, feriado de Tiradentes; 1º de maio, Dia do Trabalho, caindo em pleno domingo (até parece sacanagem), esfriando o entusiasmo de muita gente; e 26 de maio, quinta-feira, festa religiosa de Corpus Christi, que permite emendar até o domingo 29.

Cumprindo seu dever de prestador de serviços, este blog faz algumas sugestões de viagens para fora de Minas, envolvendo destinos turísticos conhecidos:

1) MACEIÓ -  um dos lugares favoritos dos mineiros no Nordeste: Praia do Francês, Gunga e  Barra de São Miguel, praias de Pajuçara, Jatiúca e Lagoa da Anta, passeios de jangada aos bancos de corais, e ainda Salinas do Maragogi, Pratagy, Paripueira, regiões de mergulhos etc.Para saída em 16 de abril, pacote de 8 dias pela operadora CVC, com passagem aérea da Gol, traslados, hospedagem por 7 noites no Hotel Expresso R1 e passeio pela cidade.  Custo de R$ 1.188 à vista por pessoa, ou parcelamento em 12 de R$ 99. A operadora tem mais de 40 opções na hotelaria da bela capital de Alagoas. Consulte uma de suas lojas,inclusive em vários shoppings da cidade. Entre as opções, os hotéis Maceió Atlantic Suítes, Jatiúca, Ponta Verde, Maceió Mar, Brisa, Salinas, Radisson, Mercure, Ibis, Sete Coqueiros e outros.

2) PORTO DE GALINHAS - outro destino muito procurado no Nordeste, no litoral de Pernambuco. Também voando com a Gol, saídas diárias num  pacote de 8 dias, com sete pernoites com café da manhã na Pousada Lusitana, mais traslados de ida e volta ao Aeroporto Guararapes, em Recife. Para embarque em 24 de abril, preço por pessoa de R$ 1.284 à vista, ou 12 mensais de R$ 107. Várias outras alternativas de hospedagem em resorts e pousadas. Esportes náuticos e programas  de mergulho, peixes na brasa, sorvetes regionais.

3) FORTALEZA - O hotel escolhido é o Alpha Praia, de 3 estrelas, e os pacotes são de 5 dias, com 4 pernoites com café da manhã incluso. Para embarque em 20 de abril, pela Gol, o custo é de R$ 1.188 à vista, ou 12 mensais de R$ 99. Há outros hotéis de várias categorias para quem quiser buscar acomodações mais sofisticadas. Fortaleza é uma festa o ano inteiro: feiras de artesanato à beira-mar, compras de rendas na Casa de Detenção, passeios de jangada, mergulhos, windsurf etc.

4) CALDAS NOVAS - para embarque em 28 de abril, voando TAM, em pacote de 4 dias, são 3 diárias com café no Hotel Hot Star, 2 estrelas, e o programa  inclui passeio pela cidade e 2 dias de ingresso no Water Park. Preço de R$ 600 à vista, financiados em 12 mensais de R$ 50. Outros hotéis à disposição na cidade goiana, famosa pelas piscinas de água quente.

5) NATAL - com embarque em 23 de abril pela TAM, e hospedagem no Hotel Araú Residence, 3 estrelas, são oito dias cheios de lazer e diversão. Você pode experimentar o passeio de bugue nas dunas de Genipabu, a Praia de Ponta Negra, voos de ultra-leve, mergulhos em lagoas e uma sucessão de belas praias. Experimente a tapioca, os bolos regionais, a lagosta,  sorvetes e batidas de frutas tropicais. Muita diversão à noite na Praia dos Artistas. Custo por pessoa de R$ 996, pagos em 12 parcelas de R$ 83. Natal é uma das mas belas capitais do Nordeste, famosa pelo Forró com Turista na antiga Penitenciária, dançando um  forró arretado.



Dunas de Genipabu atraem centenas de visitantes a Natal


6) PORTO SEGUROaqui, a operadora coloca à disposição dos mineiros mais de 90 pousadas e meios de hospedagem de todas as categorias, no centro histórico ou à beira-mar. Pacotes de oito dias, voando TAM, com sete pernoites no Hotel Fênix, 2 estrelas. Traslados de chegada e saída e passeio pela cidade. Farto café da manhã. Possibilidade de passeios a Arraial d" Ajuda, Trancoso e outros lugares maravilhosos. À  vista, R$ 792 ou financiamento em 12 sem juros de R$ 66. Últimos lugares à venda. Basta procurar a agência de viagens de sua preferência.

7) OUTROS DESTINOS - pesquisando na internet, você pode descobrir outras opções de viagem para destinos turísticos nos feriados, como  Serra Gaúcha, praias de Santa Catarina, Ilhéus, Itacaré, Salvador, Bombinhas, Recife, Olinda, Angra dos Reis, Rio de Janeiro, João Pessoa, Canoa Quebrada, Jericoacoara, Cumbuco, Praia de Pipa (RN) etc.

8) SEM SAIR DE MINASpara quem não pretende viajar para muito longe, optando por lugares agradáveis e acolhedores em Minas, as sugestões são as estâncias hidrominerais do Circuito das Águas (Poços de Caldas, Caldas, Lambari, Caxambu, São Lourenço e Cambuquira),  Termas de Araxá, Pirapora, Três Marias, Lago de Furnas, grutas mineiras (Maquiné, Lapinha, Rei do Mato e Sumidouro), Curvelo, Paraopeba (Maquiné Park Hotel), Serro, Lagoa Santa (uma boa indicação é o Promenade SPA), Barbacena (Hotel Senac Grogotó), Tiradentes (Pousada do Santíssimo Resort e Pousada Pequena Tiradentes), Januária e Almenara (com acolhedoras pousadas do Sesc Minas) e as obras do Aleijadinho e Mestre Athayde nas cidades de Ouro Preto, Sabará, Mariana, Congonhas do Campo, São João del-Rei,  Diamantina etc.


Porto de Galinhas tem mergulhos e esportes aquáticos à vontade


MARRIOTT+STARWOOD: NEGÓCIO DE 12,4 BILHÕES DE DÓLARES

O moderno Marriott de Santiago, no alto de Las Condes


Essa notícia, que saiu nos principais jornais do mundo, foi completamente ignorada pela imprensa de Minas - o que não é surpresa, por não ter interesse local. A Marriott Hotels & Resorts, uma das mais poderosas corporações hoteleiras internacionais, confirmou a compra da Starwood Hotels e suas principais bandeiras, por US$ 12,4 bilhões. Com esta aquisição, a Marriott passa a abrigar 29 bandeiras na hotelaria mundial, em 87 países, totalizando 5.700 hotéis e 1.100 mil apartamentos.

Entre as principais bandeiras da Starwood, estão os mundialmente conhecidos hotéis Sheraton, St. Regis, W Hotels e The Westin (e não Westing, como saiu no jornal "O Globo", pág. 25, edição de 9 de abril. Com relação à presença da Starwood no Brasil, estão sete Sheratons, sendo 2 no Rio (Barra da Tijuca e São Conrado), e tem mais quatro em construção, sendo três na Barra e um no centro do Rio, na região revitalizada do Porto Maravilha, em fase de conclusão.

A Marriott foi mais rápida no gatilho,e fechou a compra da Starwood, que foi tentada antes pela Hyatt Corporation e por um grupo chinês Aubang, que havia proposto US$ 14 bilhões mas depois recuou.

Entre as 29 bandeiras agora administradas pela Marriott,  estão suas marcas tradicionais, como Renaissance, Courtyard, Fairfield Inn, Residence Inn, J.W.Marriott e Marriott Suites. Entre os hotéis de destaque na América do Sul, estão o espetacular Marriott Santiago, no alto de Las Condes, na capital chilena, o  Marriott de Buenos Aires, antigo Plaza; e o J.W. Marriott no Posto 4 de Copacabana.

Tenho uma ligação sentimental com a Marriott, apesar de essas corporações multinacionais não terem rosto nem sentimentos - mas sabem fazer marketing e relações públicas, especialidade dos norte-americanos. Em maio de 1992, no Hotel J.W. Marriott de San Francisco,  na Califórnia, a empresa colocou meu nome na lista dos jornalistas internacionais agraciados com seu troféu Golden Circle Award, uma águia dourada de 25 cm sobre um pedestal de madeira. Em todos os congressos Pow Wow (agora IPW), a Marriott sempre promoveu um brunch especial para entrega do troféu, organizado pela R.P. June Farrell, baseada em Washington DC.



Todos anos, a festa teve a presença de executivos importantes como Bill Marriott e Bruce Wolff. Na entrega, June me disse que, a partir daquele momento, eu era membro honorário  da família Marriott, com uma série de privilégios ao me hospedar em qualquer hotel da rede - o que nunca utilizei. Melhor ser um pagante anônimo comum e preservar minha liberdade de opinião.


    SADA CRUZEIRO, O MELHOR VÔLEI DO MUNDO

 

O Sada Cruzeiro comemora mais um titulo nacional, desta vez em Brasília

Acompanho o vôlei mundial com muito mais interesse do que o futebol, inclusive seleções, Copa América, Libertadores e eliminatórias sul-americanas· Vejo o máximo possível de partidas de vôlei, campeonatos, torneios ou Liga Mundial. Sou fã das escolas sul-americanas (destaque para Brasil e Argentina), e as principais da Europa (italiana, alemã, francesa, tcheca, holandesa, polonesa ou polaca, russa, croata, húngara etc, e ainda lembro com saudade de exibições de gala da ex-Iugoslávia, da antiga Tchecoslováquia, e da Bulgária e Romênia, e ainda da China e Japão (principalmente no feminino). E claro que considero o vôlei norte-americano um dos 3 melhores do mundo, inclusive na areia.

Acompanho tudo que possa haver de vôlei na CNN Sports, RTF francesa, RAI italiana, Fox Sports, ESPN, na espanhola TVE e as transmissões da Globo, Sportv e outras emissoras. Deploro o bairrismo e a paixão de muitos narradores, que torcem o tempo todo para o "seu lado", principalmente se for contra equipes de Minas. O Sada Cruzeiro tem sido vítima desta discriminação e parcialidade. Enfrenta má vontade e preconceito, só por ser de Betim, na zona metropolitana de BH, e não pertencer a empresas de Osasco, Campinas, São Bernardo,Taubaté, Ribeirão Preto, Santo André, São Caetano  ou outra grande cidade paulista. Ou não ser carioca ou fluminense.

Esses narradores, se fossem isentos, diriam em suas transmissões: prestem atenção, senhores telespectadores, estamos vendo em quadra o melhor time do vôlei mundial na atualidade. Em vez de gritar "Leal quer jogo", a cada ponto do magistral camisa 9 do Sada Cruzeiro, ele devia dizer que este Yoandri Leal é o melhor jogador da América do Sul no momento, um cubano que se tornou brasileiro e é respeitado por todas as torcidas. Parece que ficam com medo de falar que Leal é superior tecnicamente a Lucarelli (Funvic-Taubaté), Murilo Endres (Sesi-SP), Maurício Souza e Lucas Loh (Brasil Kirin) e dois centrais que estão no exterior: Lucão, no italiano Modena, e Leandro Vissotto, no JT Thunders do Japão.


UMA COLEÇÃO INVEJÁVEL DE GRANDES TÍTULOS
Vibração de Eder (16), convocado para a seleção do Brasil
O Sada Cruzeiro conquista títulos em escala industrial, como um rolo compressor:  2 campeonatos mundiais em 2013 e 2015; três títulos sul-americanos em 2012, 2014 e 2016; quatro Superligas (sendo 3 consecutivas) em 2012, 2014, 2015 e 2016;  duas Copas do Brasil em 2014 e 2016; seis campeonatos mineiros em 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015 (o Minas T.C. é sempre um grande adversário); três torneios internacionais em Irvine-EUA em 2010, 2011 e 2014. Os números do argentino Marcelo Mendez são incontestáveis, sendo o técnico mais vitorioso da Superliga, superando Cebola e Marcos Pacheco. Dá tranquilidade ao time. Não gesticula, não grita, não tem ataques histéricos.
A conquista do título nacional, contra o Brasil Kirin de Campinas, foi uma vitória consagradora por 3 a 1, diante de um adversário muito forte e bem armado, com parciais de 23/25, 25/23, 25/15 e um empolgante quarto set que terminou em 30/28 para o Cruzeiro, diante de 9.379 pagantes no Ginásio Nilson Nelson, de Brasília. Muito importante a presença da torcida azul. Tanto a final feminina como masculina deviam ser em 2 jogos,um na quadra de cada adversário, ou no melhor ginásio de sua cidade.

De parabéns os campeoníssimos do Sada Cruzeiro:  Wiliam, Wallace, Éder, Filipe, Leal e Serginho, e Cachopa e Alan, que também participaram da decisão. E palmas para garra e competência do time de Campinas, com o argentino Gonzales, Wallace, Maurício, Luizinho, o romeno Olteanu e o líbero Tiago Bredle, e os reservas Michael, Jotinha, Ygor Ceará, Pará e Vini, sob  o comando do técnico Alexandre Stanzioni.

Com 4 jogadores na lista de convocações do técnico Bernardinho para a Olimpíada 2016 em agosto - William Arjona, Wallace Souza, Isac e Eder -, o Cruzeiro não é imbatível, mas vende caro uma derrota, lutando sempre e respeitando os adversários,   como Minas, Florianópolis, Sesi/SP, Campinas, Taubaté, Banespa, Pirelli, Unisul, Frangosul etc. A empolgação da torcida dá força ao time. Betim e Contagem adotaram o Sada Cruzeiro, que faz importante trabalho nas divisões de base.

É muito estranha e inoportuna a decisão da Confederação Brasileira de Vôlei, obrigando o Cruzeiro a desmontar a melhor dupla do vôlei nacional na atualidade: William levantando a bola para as cortadas fulminantes de Wallace. Eles se entendem por música - até sem olhar, ou estando de costas para o lance.  Não se pode desmontar um time, ou desfigurar a sua estrutura. A CBV devia se ocupar com problemas mais importantes, como as arbitragens - dando bola dentro quando foi fora, e toques no bloqueio que não são punidos.

Honra e glória ao Sada Cruzeiro, que projeta Minas Gerais no plano nacional e internacional. Somos mais lembrados por viadutos que desabam, ônibus incendiados, caixas eletrônicos de bancos explodidos com dinamite, um mar de lama das minas de Mariana que chega até o oceano, e uma goleada de 7 a 1 da Alemanha contra o Brasil na Copa de 2014, de amargas recordações.

-----------------
PS: Na próxima edição, roteiros de viagem ao Chile com temporadas de inverno em Valle Nevado, Portillo e Farellones; compras nos shoppings Costanera Sur e Parque Arauco; restaurantes e casas noturnas do bairro Providencia; visitas a vinícolas chilenas (Concha y Toro, Santa Rita, Undurraga, Cousiño Macul etc); e a indicação de mais de 20 hotéis que os mineiros podem escolher, quando forem a Santiago. E fiquem sabendo que podem voar de Guarulhos ao Chile pelo Boeing 787 Dreamliner da LAN - que não dá para comparar com o Airbus A320 da TAM e o Boeing 737/800 da Gol.
----------------------------------

Belo Horizonte/MG -Brasil
13 de abril de 2016
Editor - Hélio Fraga
Postagem e edição - Ana Cristina Noce Fraga

(E-mail: hfraga.rmj@gmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário