domingo, 18 de setembro de 2016

VIAGENS DE NAVIO O ANO INTEIRO VOCÊ ESCOLHE A MAIS CONVENIENTE

No dia em que o Brasil tiver portos decentes e bem equipados, sob gestão privada, e a economia brasileira for recolocada nos trilhos -  com redução do alarmante índice de desemprego e recuperação do poder de compra das famílias hoje endividadas -, nosso país pode se dar ao luxo de ter larga oferta de cruzeiros marítimos nas quatro estações do ano  e não apenas no verão, de dezembro a março. Mas este é um longo e penoso desafio a ser superado. Os portos nem são tanta prioridade assim, considerando-se as emergências na saúde pública, segurança, educação, estradas,  saneamento básico etc.


Na verdade, há cruzeiros marítimos o ano inteiro, mas os brasileiros têm de embarcar em portos norte-americanos (como Miami, Fort Lauderdale-Port Everglades, Port Canaveral, Tampa, Nova York, Nova Orleans, Galveston-Texas, Boston, Seattle, San Francisco e Los Angeles/San Pedro), ou embarcar em ilhas do Caribe, como Bahamas, Martinica, Porto Rico e Cuba. Para quem optar pelos cruzeiros nas ilhas do Mediterrâneo, os embarques podem ser na Itália (Veneza, Nápoles, Livorno, Civitavecchia, Savona e Genova) ou na Espanha (Barcelona, Valencia e Palma de Mallorca). 


Pesquisando na internet, ou consultando agência de viagens ou operadora de sua confiança,  você tem à disposição neste momento, e nas próximas semanas, várias opções de viagens com a Royal Caribbean, Costa Cruzeiros, Pullmantur e MSC Cruzeiros. Resumidamente,  apresento algumas opções de viagens, que vão desta primavera brasileira (a partir do dia 21) até o final da temporada de verão.



Pode anotar e escolher o que lhe for mais conveniente, considerando-se férias escolares, feriados ou períodos mais favoráveis:


1) NAVIO OASIS OF THE SEAS 


Ao consultar os roteiros disponíveis no Google, um dos principais provedores de dados, cuidado com uma informação errada, que depõe contra a credibilidade de tudo que ali se divulga. O Oasis of the Seas, que já foi o maior navio do mundo, tem 220 mil toneladas de capacidade, e não 100 mil, como diz o Google. Seus irmãos Allure of the Seas e Anthem tẽm idêntica tonelagem, mas foram superados pelo novo maior navio do mundo, que é o Harmony of the Seas, também da Royal Caribbean, com 230 mil. 


     O Oasis of the Seas tem linhas majestosas e elegantes




Com 362m de comprimento, equivalendo a mais de 3 gramados do Mineirão enfileirados, o Oasis foi construído nos estaleiros STX Turku, na Finlândia, e entrou em operação em novembro de 2008. Tem saídas regulares de Port Canaveral. no leste da Flórida, próximo do Centro Espacial Kennedy, e opera cruzeiros de sete noites, com escalas em Nassau (Bahamas), Charlotte Amalie (St. Thomas, Ilhas Virgens Americanas) e em Philipsburg, na ilha de St. Maarten, que divide seu território entre Holanda e França.



Apenas a parte marítima, porque passagens aéreas são pagas em separado, o menor custo de uma cabine dupla interna (sem vista) é de R$ 1.679 por pessoa, mais taxas, com pagamento facilitado em entrada de R$ 251 e mais 12 parcelas mensais de R$ 119. Este é o valor para embarque em 13 de novembro, com o dólar turismo  calculado ao câmbio de R$ 3,48.



O Oasis tem tirolesa radical com altura de '15 decks (andares), simulador de surfe Flow Rider, parque aquático para crianças, um conjunto de piscinas e hidromassagens, vários restaurantes, salas de jogos, cassino,  shows da Broadway, além dos shows acrobáticos no Acquatheater. Mais informações no site www.royalcaribbean.com.br


Os toboáguas no topo do navios são outra atração do Oasis



Os navios de cruzeiros dedicam cada vez mais espaços à diversão infantil, com várias brincadeiras à disposição. No Oasis, há espaços de sobra para as crianças, e equipes de monitores cuidam delas, divididas por faixas de idade, a partir dos 3 anos. Eles organizam torneios, gincanas e vários tipos de competições, com prêmios. É incrível como as crianças se entrosam e se comunicam, mesmo falando linguas tão diferentes.

Variados brinquedos coloridos à disposição da meninada


2) COSTA FASCINOSA E PACIFICA, DE BANDEIRA ITALIANA


A armadora italiana Costa Cruzeiros (antiga Linea C, ou Costa Crociere)  está presente no mercado brasileiro de viagens há mais de 60 anos, desde os tempos dos saudosos navios Anna C, Federico C, Enrico C, Eugenio C e outros. Apesar da forte retração no mercado financeiro brasileiro, atingindo o turismo em cheio, dois de seus navios -  Costa Fascinosa e Costa Pacifica -  estarão no Atlântico Sul de dezembro a março de 2017, com capacidade de 114.500 toneladas cada e 3.850 passageiros. Os cruzeiros de verão vão partir dos portos do Rio e Santos.


O Costa Fascinosa terá viagens de 6 a 8 noites, para o litoral do Nordeste e Rio da Prata, escalando em Montevidéu e Buenos Aires. Existem algumas promoções válidas para fechamento de contratos até 28 de outubro, incluindo desconto de R$ 500 nas cabines com varanda, de R$ 300 nas externas simples e bebidas grátis nas refeições. Você pode consultar preços e condições no site www.costacruzeiros.com.br


Para se ter ideia de preço, no cruzeiro de Natal, com embarque em 23 de dezembro, o menor valor por pessoa, numa cabine interna, é de R$ 2.745, em 10 parcelas de R$ 275, e taxas portuárias e de serviço pagas à parte, assim como as passagens aéreas.

Já o Costa Pacifica vai se dedicar aos cruzeiros ao Rio da Prata, saindo de Santos rumo a Ilhabela, Montevidéu, Buenos Aires, Angra dos Reis e Rio. Para saída em 17 de janeiro, uma cabine externa com varanda classic sai a partir de R$ 4.219 por pessoa mais taxas, com R$ 844 de entrada mais nove mensais de R$ 375.  



3) NAVIO MSC PREZIOSA, TAMBÉM ITALIANO

O Preziosa e uma das estrelas deste verão



A MSC Cruzeiros, também italiana e forte concorrente da Costa no mercado de viagens marítimas, está confiando muito no sucesso do navio MSC Preziosa, que estará no Brasil de dezembro próximo a março de 2017. Um de seus diferenciais é o MSC Yacht Club, uma área exclusiva nos andares mais altos, com acesso privativo. Entre as facilidades, destaque para o acesso exclusivo ao Aurea SPA e Top Sail Lounge, conjunto de bares e restaurantes com bebidas de graça. Os passageiros comuns não têm acesso aos privilégios do Yacht Club, pois suas hidromassagens e piscinas são privativas.


Um cruzeiro de 7 noites pelo Nordeste, partindo de Santos, custa em torno de R$ 5,.640 por pessoa, só parte marítima, com entrada de R$ 565 e mais dez mensais de R$ 508, acrescidos de taxas. Roteiros de viagens e faixas de preços por categoria de cabine estão disponíveis no site www.mscruzeiros.com.br



O Preziosa inicia sua temporada em 7 de dezembro, quando sai de Santos rumo a Búzios e Ilhabela, com esses preços (sempre por pessoa e sem taxas): em cabine interna, R$ 1.679; externa, lugares esgotados; externa com varanda, R$ 1.879; e suite, R$ 2.799. Valor das taxas para esta viagem: R$ 279 por pessoa.


O MSC Preziosa foi o 13º navio da armadora italiana e entrou em operação em março de 2013. Tem 333m de comprimento por 38m de largura, desloca 138 mil toneladas e tem capacidade para 4.345 passageiros, com tripulação de 1.370 pessoas a seu serviço. O navio é de construção francesa, tendo sido montado nos estaleiros Chantiers de l'Atlantique, em St. Nazaire.

Como em outros navios de cruzeiros, o MSC Preziosa tem piscina com teto de vidro



Além das 71 suítes no Yacht Club, o Preziosa se destaca pelo parque aquático Doremi Castle, o tobogã de alta velocidade Vertigo, o restaurante e discoteca Galaxy Lounge no deck 16, com pista de danças, e teatro com capacidade para 2.200 pessoas, restaurantes, bares, galeria de lojas e cassino com todos os tipos de jogos e  apostas (menores de 21 anos não podem entrar)



Preços por pessoa, fora  taxas, na saída de Santos em 16 de dezembro: interna simples, R$ 1.759; externa, R$ 2.189; externa com varanda, R$ 2.269; e suíte, R$ 3.799. No cruzeiro de Natal, partindo em 23 de dezembro, os custos por pessoa serão: cabine sem vista, R$ 2.649; externa simples, R$ 3.159; externa com varanda, R$ 3.559; e suíte, 5.589.Taxas à parte, R$ 630 por pessoa.


4) NAVIO MSC POESIA, PARTINDO DA MARTINICA

Entre as opções deste blog, um roteiro altamente convidativo e fora da rotina: um cruzeiro no MSC Poesia, partindo semanalmente de Fort-de-France, a ilha de Martinica, no chamado Caribe Francês. O detalhe desta viagem é que tem parte aérea incluída, voando com Copa Airlines, via Panamá. 

Roteiro completo, todos os sábados, de dezembro de 2016 a março de 2017, viagens de 7 noites: Fort-de- France, Guadeloupe, ilha de St. Maarten, Ilhas Virgens Britânicas, República Dominicana, St. Kitts e Nevis, Antigua e Barbuda e novamente Martinica.

Custo por pessoa a R$ 3.860, mais taxas. Entrada de R$ 385 e mais 10 mensais de R$ 348. Mais detalhes no site www.msccruzeiros.com.br

A MSC,  nos anúncios publicados em jornais paulistas, informa um número para chamadas telefônicas de outros Estados: 4003-1058. Vocês podem tentar, se tiverem dose extra de paciência. Todas as vezes que precisei completar ou checar alguma informação, prestando um favor à  empresa (divulgar de graça seu produto e ajudar a encher seus navios), fui sempre mal atendido: demora excessiva, atendentes desatentos e desinformados, mensagens gravadas irritantes. Mal sabem os nomes dos navios. Uma empresa do porte da MSC não pode se cercar de atendentes tão despreparados.


5) DOIS MINICRUZEIROS PELO NAVIO SOVEREIGN



O navio Sovereign/Soberano, que foi da Royal Caribbean, e depois vendido à espanhola Pullmantur, estará de novo em águas brasileiras, fretado pela poderosa CVC. Como vantagem, na sua vinda da Europa para o Brasil, oferece minicruzeiros de 3 ou 5 noites. O maior deles, de 6 dias e 5 noites, começa em Recife dia 1º  de dezembro, navegando para Salvador, Armação de Búzios e Santos, com menor preço de R$ 2.076 por pessoa, mais taxas, ou 12 parcelas sem juros de R$ 173.

Se a viagem começar pelo porto de Salvador, rumando para  Búzios e Santos, terá 4 dias e 3 noites.Embarque em 3 de dezembro, com preço de R$ 1.248 à vista por pessoa em cabine interna, mais taxas, ou financiamento em 12 parcelas de R$ 104. Mais detalhes nas lojas da CVC.



6) ESTE ANO, MENOS NAVIOS EM COPACABANA


Para quem se acostumou, em outros anos, à presença de mais de 10 navios estrangeiros fundeados na Baía de Guanabara, de frente para a praia de Copacabana, para seus passageiros assistirem ao tradicional e mundialmente famoso show de fogos na virada do ano, o cenário da festa, em 31 de dezembro deste ano, será um retrato do tamanho de nossa crise. As perdas do mercado de cruzeiros atingem 40% em relação ao nível de vendas em anos anteriores. Há expectativa de que o número de navios estrangeiros não passe de seis ou sete. Mas já foram 15  em Réveillons passados. A média era de 10 a 12.

Os jornais e TVs sempre registravam a presença de navios famosos, como Costa Magica, Fortuna, Pacifica, Concordia, Favolosa, Serena etc; MSC Rhapsody, Melody, Armonia, Opera e Magnifica; Island Escape e Island Star (antigo Horizon).  Muitos navios, que praticamente marcavam ponto em Copacabana, todos os anos, desta vez não voltam. Entre eles, o Splendour of the Seas, da Royal Caribbean, e seu irmão Vision of the Seas. Por sinal, ambos foram vendidos a uma empresa britânica e já não pertencem à RCCL. 

Vai estar em Copacabana o veterano Sovereign/Soberano,  opção de baixos custos na atual temporada. Mas não voltaram o Zenith e o Empress/Imperatriz. Não está definida ainda a lista dos navios estrangeiros que vão atracar no Rio, mas vêm dois da luxuosa Oceania Cruises, partindo de Miami. O Norwegian Sun, da NCL, vem pela primeira vez ao porto do Rio. Este blog já antecipou datas e programas numa das edições do 1º semestre.

PS: Em breve, mais sugestões de cruzeiros.
----------------------

Um pedido de desculpas à escritora Maria Luíza de Castro, em Santo Antônio do Monte, Oeste de Minas: foi impossível comparecer ao lançamento de seu livro Maria de Luz, no Centro Educacional Maria Angélica de Castro· Votos de sucesso. Um abraço aos conterrâneos colegas da Academia Santantoniense de Letras-Acadsal, como Sonelisa Miranda e Sônia Veneroso.

---------------------


Belo Horizonte - MG- Brasil
18 de setembro de 2016
Editor- Hélio Fraga
Postagem e edição - Ana Cristina Noce Fraga

Nenhum comentário:

Postar um comentário