quinta-feira, 19 de outubro de 2017

FESTAS RELIGIOSAS DE OUTUBRO LEVARAM MILHARES DE FIÉIS A APARECIDA E BELÉM

A monumental Basílica de Aparecida do Norte, o maior templo católico do país

 
Este mês de outubro é marcado, no calendário turístico do Brasil, como referência de  nossas duas principais festas religiosas: a procissão do Círio de Nazaré, em Belém do Pará, e a  tradicional festa de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil há 300 anos, no interior paulista, às margens da Via Dutra. São eventos que reúnem multidões de romeiros e peregrinos,  milhares de pessoas agradecendo graças recebidas, milagres e demonstrando gratidão à proteção da Mãe de Jesus.

Pela sua magnitude e expressão religiosa, as duas festas mereciam uma cobertura muito maior, tanto da imprensa escrita (quase nula) como das redes de televisão, em época de bombardeio político 24 horas por dia. São feitos meros registros, tudo superficialmente, valorizando sempre os exageros de alguns peregrinos, que passam dias nas estradas, em condições precárias, a caminho de Aparecida.

Não tive condição de participar dessas festas, quando era mais jovem e tinha melhor saúde - e não há de ser agora, já com 80 anos completos, que vislumbro a menor chance de estar presente (passou da hora). Ficarei nas Globonews da vida, acompanhando de longe,e sujeito ao artificialismo e a falta de autenticidade de algumas coberturas, principalmente aquelas cansativas entrevistas de romeiros e peregrinos ao longo das estradas - a disputa do concurso de quem é mais virtuoso e santo.

No caso de Aparecida, ainda bem que a maioria dos governantes e políticos fez o favor de não comparecer, porque seria vaiada. Parece que nosso povo chegou ao fundo do poço em matéria de rejeição aos políticos e desprezo ostensivo aos detentores de mandatos eleitorais.

Estranhei que as TVs não procuraram valorizar a presença do Cardeal Giovanni Battista, representante do Papa Francisco, a pessoa mais amada e idolatrada na face da Terra. Bastaria esta condição para colocar mais holofotes nele, mas ficou sempre em segundo pano. Deviam perguntar a ele sua opinião sobre a demora na repatriação à Itália do falso exilado político Cesare Battisti, perdoado por um bandido pior do  que ele.
 
O cardeal Giovanni Battista, representante do Vaticano, merecia maior destaque em Aparecida do Norte

Passemos então à cobertura da festa do Círio de Nazaré, que foi a mais burocrática possível, quase figurativa, ao tentar mostrar uma gigantesca manifestação como  esta ,envolvendo 2 milhões de pessoas - aqueles rostos sofridos e cansados das multidões, que retratam mais desesperanças do que certeza de dias melhores.

Nós sabemos que as TVs brasileiras possuem verdadeiros magos das câmeras, profissionais da melhor categoria. As emissoras,em respeito a seus telespectadores, deviam caprichar mais nestas imagens. Isso fica como sugestão para as festas a partir de 2018.
O Círio de Nazaré movimenta 2 milhões de pessoas na maior festa religiosa do Norte do Brasil

Tirando o foco das celebrações religiosas, as emissoras deviam aproveitar a oportunidade não para mostrar a beleza de Belém de Pará e de Alter do Chão no Globo Repórter semana mas para falar das condições sub humanas da vida na Amazônia,tão rica e tão violentada e agredida. Que a Virgem do Círio de Nazaré ajude a cuidar dessa gente desassistida e já esgotando suas forças.E que a Virgem Mãe Aparecida não deixe ninguém riscar fósforo perto do barril de pólvora em que o Brasil se transformou, e que nosso país não fique refém da ignorância e da intolerância - começando pela religiosa.
 
Multidões por todos os lados, enchendo praças e ruas de Belém

   AS ÁGUAS ESTÃO ROLANDO NA OKTOBER FEST
As festas populares de Santa Catarina até parece que não são mais aquelas que, em anos passados, atraíam tantos turistas de Minas Gerais - a gente se lembra das excursões organizadas pela Open Turismo (de Jefferson Pimenta), Beija-Flor, São José, Mundial e outras operadoras. Houve uma reviravolta, a causa não pode ser apenas a falta de dinheiro que grassa entre os assalariados do país, mas este dinheiro aparece na hora de ir para resorts do Nordeste, Cancún,Punta Cana e outros destinos no Caribe.
 

A rainha  e as princesas participam todos os bailes e desfiles da Oktoberfest

Blumenau é uma cidade festeira por natureza, e merecia estar brilhando nos poucos Cadernos de Turismo que restaram. Mas,como bom e veterano observador do setor, acredito que o Turismo de Santa Catarina, nos dias atuais, não tem o mesmo pique e aquela competência que mostrou nos anos 80 e 90. Parece que deu uma desacelerada, puxou o freio de mão. Ou então mudaram as cabeças pensantes. Vou tentar conferir isso no próximo 29º Festuris de Gramado,de 9 a 12 de novembro.

Vale a pena ir à Oktoberfest de Blumenau? - Claro que vale. Um programa indicado para jovens solteiros de bem com a vida e algum dinheiro no bolso, mais um providencial cartão. Uma chance de disputar o concurso nacional de tomadores de chope a metro, com prêmios. E de participar de desfiles populares, bandas e fanfarras, grupos folclóricos e várias atrações no Parque Vila Germânica. A 34ª  edição da Oktoberfest termina no próximo domingo, dia 22. É considerada uma das melhores festas tradicionais da Alemanha no mundo.
 
 

A previsão para este ano é o consumo total de 7 milhões de litros de cerveja.Todas as noites, estão presentes nas comemorações a rainha da Oktoberfest  deste ano, Bruna Ponchielli, a primeira princesa Vanessa Salvador e a 2a.  princesa Bianca Fribes.

      SEIS DESTINOS BRASILEIROS EM NOVEMBRO


Finados vai cair numa quinta-feira, 2 de novembro,e o feriado da Proclamação da República será numa quarta-feira, dia 15. Para quem puder viajar no período, aqui vão seis sugestões práticas e baratas., à venda pela internet e na maioria das agências de viagens:

1) PORTO SEGURO: um  pacote de 8 dias,com passagem aérea, traslado entre aeroporto e hotel, e sete diárias com café no Hotel Casablanca,3 estrelas,com café da manhã.O valor inclui passeio pela cidade e o litoral. Custo por pessoa, fora taxas, a R$ 748 em apartamento duplo. Financiamento em 12 parcelas de 62 reais, sem juros.
2) ARRAIALD'AJUDA: oito dias no paradisíaco litoral da Bahia,desembarcando em Porto Seguro e cruzando de balsa o Rio Buranhém para chegar a Ajuda. Sete diárias, com café da manhã, no Hotel Santa Fé ,3 estrelas.Aproveite para conhecer os excelentes restaurantes, sorveterias e lanchonetes da cidade. Custo de R$ 998, mais taxas,ou 12 prestações de R$ 83. Partida em 4 de novembro.
3) NATAL: as facilidades da linda capital do Rio Grande do Norte,seu turismo e folclore, seu artesanato, num programa de 8 dias, com sete pernoites no Hotel Residence Praia, 3 estrelas, incluindo traslados e passeio pela cidade.  Farto café da manhã.Partida em 4 de novembro. Custo de R$ 1.098 por pessoa,mais taxas,ou 12 pagamentos sem juros de R$ 91.
4) MACEIÓ: a operadora escolheu o Hotel Porto da Praia, 3 estrelas, com sete diárias e farto café da manhã. O pacote inclui passeio pela cidade e traslados.Partida em 28 de outubro. Preço por pessoa em duplo,R$ 1.298, mais taxas,ou 12 prestações de R$ 108.
5) PORTO DE GALINHAS: jóia do litoral de Pernambuco, atraindo cada vez mais mineiros. Pacote de sete dias com passagem aérea, traslados e seis diárias na Pousada Lusitana, 3 estrelas,com café da manhã. Partida em 9 de novembro. Custo de R$ 1.398, mais taxas, ou 12 pagamentos de R$ 116.
6) PORTO SEGURO PRAIA RESORT: um pacote de 8 dias,com tudo incluído, neste resort de 5 estrelas.Embarque em 4 de novembro.Custo de R$ 2.398 por pessoa, mais taxas, financiados em 12 mensais de R$ 199. Você vai poder aproveitar as melhores barracas de praia e centros de diversão noturna.

------------------
BELO HORIZONTE/MG- BRASIL
19 DE OUTUBRO DE 2017
EDITOR - Hélio Fraga
POSTAGEM E EDIÇÃO - Ana Cristina Noce Fraga

Nenhum comentário:

Postar um comentário